segunda-feira, 21 de julho de 2014

O LÍDER MOTIVADOR

Cada vez mais as organizações exigem mais resultados dos seus lideres e ao mesmo tempo os seus subordinados exigem uma visão humanizada no ambiente de trabalho, o que muitos dos atuais gerentes e lideres veem como um problema, pois não foram preparados para lidar com essa situação.
 Antes se exigia do líder que ele gera-se resultados, atualmente além dos resultados se exige que ele seja um motivador e que leve a sua equipe a atingir resultados espetaculares, mas o que muito querem realmente saber é como ser um líder motivador e quais as caraterísticas de líder.

Segundo Nievola (2006), “[…] Existe muita discussão a respeito de quais são os verdadeiros fatores motivacionais - dinheiro, plano de carreira, ambiente criativo e estimulante -, sem contar as várias teorias acadêmicas […]”, a motivação pode vir das variadas formas, porém o líder que descobre qual a real motivação do seu colaborador tem nas mãos uma ferramenta incrível e que poderá usar a seu favor.
Existem diversas e variadas formas de se motivar uma equipe, esse artigo tem como objetivo apenas dar uma introdução ao assunto, de forma que incentive você a pesquisar e conhecer mais sobre o tema.

Algumas formas de Motivação:

·         Reconhecimento e Incentivos

Quando falamos de reconhecimento é muito mais que apenas um tapinha nas costas, ou dizer um muito bem. As vezes será necessário reconhecer publicamente, como em reuniões, assembleias, quadros de funcionário do mês entre outros.
O reconhecimento é uma forma de incentivar a manter ou melhorar o desempenho apresentado, sendo que o incentivo pode acontecer de outras formas, como por exemplo, reconhecimento financeiro, bônus, viagens, descontos, premiações entre outros. Sem com o objetivo de se obter o melhor resultado dos colaboradores.

·         Disponha do seu tempo

Um estudo realizado nos Estados Unidos, colaboradores que passam mais de seis horas com o seus chefes tendem a ser 15% mais produtivos do que outros colaboradores, Segundo Melo (2014)

 “[…] estudo ouviu mais de 32.000 executivos, gerentes e empregados nos Estados Unidos e Canadá e descobriu que trabalhadores que passam uma média de seis horas semanais junto de seus chefes diretos têm um desempenho muito melhor do que aqueles que mantém o vínculo por apenas uma hora por semana.

E mais “[…] Eles são 29% mais inspirados, 30% mais engajados, 16% mais inovadores e 15% mais motivados do que os colegas. […]” (MELO, 2014).
Porém na mesma pesquisa diz que “[…] Ao contrário do que se poderia imaginar, líderes que passam muitas horas semanais em contato direto com seus funcionários não conseguem um resultado positivo. […]” (MELO, 2014). Esse fato pode ocorrer devido a presença do líder deixar de ser algo esporádico e tornar-se algo rotineiro. Segundo Melo (2014):

 “[…]A pesquisa revela também que o tempo de contato interfere na sua qualidade. Entre os líderes que passam somente uma hora com seus empregados por semana, 33% do tempo é gasto em e-mails e 42% em conversas diretas. […]” (MELO, 2014).

A forma como o líder passa o tempo com os seus colaboradores pode fazer toda a diferença a interação entre líder e liderados é de suma importância para a saúde da equipe.

·         Se conheça e conheça o seu colaborador

Algo muito importante para o líder é conhecer o seu estilo de liderança, se conhecer fara toda a diferença na hora de interagir com a sua equipe, não adianta você ter um comportamento e na hora de tentar motivar sua equipe passar um comportamento diferente do habitual e com certo artificialismo, sua equipe irá perceber e poderá até mesmo resistir a sua tentativa. Agora se você sabe que seu comportamento é o empecilho tente mudar definitivamente a sua postura, caso não consiga sozinho  procure ajuda profissional, não é vergonha nenhuma precisar de outras pessoas.
Também é muito importante conhecer o perfil do seu colaborador, visto que para alcançar resultados através da motivação você deve saber qual são os fatores que motivam seu colaborador, em um ambiente profissional você irá lidar com os mais diversos tipos de pessoas, com as mais variadas expectativas. Então tente conhecer além do básico entre na mente do seu colaborador, segundo Sales (2012) “[…] o líder motivador precisa atuar em várias direções para que sua equipe realmente faça com que o trabalho que precisa ser feito, seja bem feito. […]”.

Apesar de estes pontos apresentados serem importantes existem outros que devem ser observados, segundo Sales (2012) “[…] Orientar, treinar, motivar, conquistar atenção tem sido o trabalho exigido de todo e qualquer líder que deseja alcançar resultados satisfatórios das suas equipes. […]”. Também segundo Mantovani (2014) “[…] A liderança moderna, que está alinhada às novas ferramentas de gestão, às expectativas das novas gerações e ao aprendizado que as empresas tiveram nas últimas décadas, mostra que motivação precisa vir de dentro. […]” e mais,
“[…] Um profissional comprometido é aquele que vê valor, sentido e resultado no que faz. E não porque o chefe vai ficar bravo se as metas não forem atingidas ou porque tem medo de perder o emprego. […]” (MANTOVANI, 2014).
Não fique apenas na leitura, coloque em pratica o seu aprendizado e se aprofunde mais não somente nesse mais em outros temas o conhecimento é um dos primeiros passos rumo ao sucesso.

Autor: Addae do Carmo

REFERÊNCIAS
MANTOVANI, Fernando. O LÍDER MOTIVADOR. Disponível em: <http://exame.abril.com.br/rede-de-blogs/sua-carreira-sua-gestao/2014/03/26/o-lider-motivador/>. Acesso 19 jul. 2014.

MELO, Luíza. QUER TER FUNCIONÁRIOS MOTIVADOS? PASSE UM TEMPO COM ELES. Disponível em: < http://exame.abril.com.br/negocios/noticias/quer-ter-funcionarios-motivados-passe-mais-tempo-com-eles >. Acesso em 18 jul. 2014.

NIEVOLA, Sérgio D. O LÍDER MOTIVADOR. Disponível em: <http://www.rh.com.br/Portal/Lideranca/Artigo/4535/o-lider-motivador.html>. Acesso em 19 jul. 2014.


SALES, Eugênio. COMO SER UM LIDER MOTIVADOR?. Disponível em: <http://www.administradores.com.br/artigos/negocios/como-ser-um-lider-motivador/64743/>. Acesso em 18 jul. 2014.
Postar um comentário