segunda-feira, 27 de outubro de 2014

DILMA: O QUE REALMENTE VAI SAIR DO PAPEL?





Autor: Addae do Carmo

Muitas pessoas são excelentes estrategistas, criam planos perfeitos que avaliam diversas vezes a mesma situação e encontram saídas incríveis e inimagináveis para os mais diversos problemas apresentados a elas. Porém o grande problema é que essas mesmas pessoas quase nunca tiram do papel o que planejam, fazer no papel tudo perfeito, mas na prática não fazer nem 5% do que realmente deveriam fazer.
Não digo para não planejar, mas que é muito importante fazer planejamentos que se tornem realidade, pois não vale a pena gastar tempo e esforço, como planos que sequer irão sair do papel, que aparentemente serão lindos, mas que depois de concluídos serão guardados em gavetas para nunca mais serem lembrados.
Ontem vimos uma eleição em que a população se mostrou dividida, apesar de a candidata eleita dizer que não está e ao mesmo tempo no primeiro discurso de reeleição foram anunciados diversos planos que irão reger o próximo mandato, devendo ser executados em quatro anos. No entanto será que estamos de frente de estrategistas que apenas montam planos e cumpre apenas 5% do proposto? Será que o que vemos foi apenas um discurso empírico sem base técnica? Ou realmente vemos uma luz rumo as mudanças.


O que precisamos não é só ter bons estrategistas, mas de bons executores, pessoas que irão tirar os planos do papel e que estarão prontas para fazer o que é necessário. Tanto no meio empresarial como no setor público, independentemente de partidos, bandeiras ou candidatos. O que precisamos não é de nomes ou alianças políticas, mas de pessoas éticas e compromissadas em todos os setores da economia. Espero que possamos presenciar a mudança na próxima geração e que vivenciar uma revolução econômica, politica e mercadológica.
Mas por hora não se esqueçam das propostas e avaliem o que será feito:



e por fim que não sejam apenas mais promessas, mas que tudo ou quase tudo possa sair do papel.


Gostou? Compartilhe!
Postar um comentário