quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

NÃO SEJA UM GESTOR QUADRADO

Autor: Addae do Carmo

Ultimamente tenho convido com um número maior de gestores e tenho tido uma experiência, que muitas pessoas também já tiveram e que com certeza está me incomodando muito, que é o fato de resistência a mudanças.


Quando alguém assume um cargo de liderança sempre tem em mente que chegou a sua hora de fazer a diferença de mudar o mundo a seu redor, mas ao ouvir que um erro pode custar caro essa proatividade e esse dinamismo desaparece instantaneamente, pois temem essa repreensão e de perderem a tão sonhada vaga. No entanto na maioria das vezes se acomodam em uma cultura organizacional deficitária e sequer tentar fazer a diferença no ambiente que estão e preferem deixar de lado seu conhecimento e experiência em troca da estabilidade, porém se já sabemos que empresas que não inovam estão fadadas ao fracasso em médio e longo prazo é fato que suas carreiras também estão com dias contados.
Só que tem pessoas que criam negócios do zero, constroem empresas que tem tudo para ter sucesso e não conseguem sair do lugar, pois trazem uma bagagem de experiências passadas negativas e se apegam a elas de tal forma que preferem continuar presas a que já conhecem. O sucesso depende de experiência, mas não depende de se prender a uma ideia e achar que essa ideia é fixa e imutável e que não se deve mexer no que acha que é certo.
Vamos fazer uma reflexão. O que achamos ser “certo”, será que é realmente certo? E se for feito de outra maneira? Bom... Se pode ser feito de outra maneira será que também não pode ser melhorado ou ser inovador? Por que nos prendemos a modelos que nos ditaram como certo para que pudéssemos seguir como se fosse a ultima palavra em gestão e gerenciamento.
Se desprenda de modelo pré-fixados de modelos que são rígidos e fixos que foram pre-ditados por terceiros como sendo a ultima palavra. Nada é definido ou é fixo, o ambiente organizacional é mutável e constantemente muda, se transforma, evolui ou até mesmo regride dependendo de como for gerido. O que é realmente necessário para os gestores é ser flexível, dinâmico, saber que tem que gerar resultados, mas também saber que os métodos que usa hoje para alcança-los pode não funcionar tão bem amanhã, visto que as pessoas são seres que mudam constantemente e seus gostos também mudam.

Se você é gestor ou se almeja esse cargo, não seja mais um preso a modelos fixos que estão morrendo, pare de se acha o dono da verdade e reaprenda todo dia, não é um diploma ou um título que fará com que você tenha sucesso.

Leu? Gostou? Compartilhe e confira nossos anunciantes!
Postar um comentário