quinta-feira, 12 de março de 2015

3 MOTIVOS QUE GERAM RESISTÊNCIA A MUDANÇA

Addae do Carmo
Por mais preparadas e capacitadas que as pessoas sejam é comum ouvirmos do medo que todas têm da mudança independentemente que qual seja, ou qual área ela irá impactar. Por esse motivo a resistência à mudança se torna um empecilho quando sabemos que ela é inevitável e esse impedimento pode ocorrer por diversos motivos.

1 Apego a tradição: um maiores e mais fortes motivos que oferecer resistência a mudança é a tradição, pois não querem mudar porque “sempre foi feito assim”, ou porque tudo começou com um parente ou um patriarca da família e não querem esquecer suas origem. Porém mudança não é esquecer suas origem é se adaptar a tendências e necessidades do mercado e para se adaptar não é preciso apagar vínculos passados pelo contrario em muitos casos a mudança pode reforçar vínculos e reavivar a história da empresa.

2 Porque já tentaram uma vez: muitas vezes quando se tenta implantar algo, as pessoas que participam da organização já fizeram ou faziam a algum tempo o que precisam mudar e as vezes pararam por que os resultados iam demorar, ou por que não tiveram tempo para acompanhar, ou não tinha paciência ou a pessoa que começou saiu da empresa e não quiseram continuar e resolveram parar entre outros motivos. Por isso elas têm medo de começar alguma coisa que não sabem se vão dar continuidade ou se vão conseguir ter resultados, pois sua experiência passada não foi tão positiva. Para implantar uma mudança nesse cenário o principal é estabelecer um vinculo forte entre as pessoas com base na confiança e no comprometimento mutuo, demanda mais tempo, mas os resultados surgem aos poucos.

3 Porque se cansaram: um dos mais falados quando se cita a palavra mudança e talvez um dos mais trabalhosos de se lidar é quando se ouve que as pessoas estão cansadas de tentar. Muitos métodos existem no mercado e sempre as pessoas tentam implantar em suas empresas processos de melhoria, de correção, de organização e de diversas outras áreas que fazem com que surja uma resistência por cansaço, pois já tentaram tantos métodos que quase não deram resultados ou não deram nenhum resultado, seja por não saber fazer, ou por falta de acompanhamento ou por qualquer outro motivo que não veem a mudança como solução, mas como mais trabalho e adaptação. Nesse caso deve se acompanhar o processo mais de perto e mostrar as pessoas que suas ações estão sim impactando nos resultados e quais resultados elas obtiveram no que foi feito.



250x250_queima

Independentemente do motivo à resistência a mudança sempre tem um fator chave que é a confiança. A falta de confiança é o principal motivo de qualquer tipo de resistência. Não basta apenas impor é preciso comunicar, conversar, questionar e envolver as pessoas no processo.
Sendo assim a chave para a mudança está baseada em uma única palavra envolvimento. O envolvimento gera comprometimento, o comprometimento surge através da comunicação, o processo de comunicação depende de clareza, a clareza depende da confiança e a confiança deve ser um esforço mutuo e multilateral, onde quanto mais pessoas estiverem engajadas e prontas para assumir responsabilidades em prol do bem comum, mais fáceis serão as mudanças.


Leu? Gostou? Compartilhe!
Postar um comentário