quarta-feira, 29 de abril de 2015

QUAIS AS EMPRESAS QUE SOBREVIVERÃO NOS PRÓXIMOS ANOS ? Os caminhos para obter bons resultados, nos negócios familiares e individuais

Autor: Prof.João Mariano de Almeida


  1. Aquelas que conhecem bem os seus custos, as suas margens, para formar com segurança os seus preços, criando fichas técnicas detalhadas e treinando os colaboradores para atualizá-las sempre que for necessário.
  2. Quem procurar sair dos bancos e capital de giro de terceiros,  gerando recursos próprios e usando-os preferencialmente nas próprias empresas,  andando com suas “próprias pernas”, através de crescimento auto-sustentado.
  3. Aquelas bem organizadas internamente, com controles simples, relatórios rápidos e bem detalhados, fluxos de informações práticos, material de uso administrativo organizado e atualizado sempre disponível, arquivos práticos e de fácil acesso.
  4. Quem tiver um processo de comunicação prático e funcional, com contatos diretos entre pessoas e departamentos,  sem voltas inúteis através de papéis, correspondências ou  e-mails, fax e outros distanciadores, buscando sempre o lado prático, rápido, direcionado.
  5. Aquelas com boa produtividade geral e individual, eficiência acima de 80% das horas trabalhadas e que eliminarem os tempos improdutivos, esperas inúteis, gente/produtos/componentes andando na fábrica, retrabalhos constantes por falta de discussão dos processos e qualidade,  gerenciar os abusos no uso pessoal  de equipamentos das empresa ou computadores e internet (msn).
  6. Aquelas preocupadas em desenvolver seus colaboradores de todos os níveis (em conceitos de produtividade, qualidade, liderança, criar e usar relatórios e indicadores dos resultados), buscando excelência em produtos, serviços e desenvolver a competência individual das lideranças e pessoal operacional.
  7. Aquelas que forem mais rápidas na implantação de uma política diferenciada do atendimento e  serviços já que os preços tendem a cair e uniformizar, tornando as escolhas dos clientes um fator mais emocional que racional.
  8. Aquelas que acordarem em tempo, afinal irão sobrar poucos tipos de empresas, as mega-empresas, fruto de associações, fusões e aquisições e as pequenas e médias com alta evolução tecnológica e que tenham velocidade nos seus processos. PENSE NA SUA EMPRESA : ELA SE ENQUADRA ENTRE OS MODELOS CITADOS ?


ALGUMAS AÇÕES PRÁTICAS QUE SUGERIMOS :

  • Medir a sua produtividade geral e individual, por produto ou peça/componente. Não é mais época de aguardar o produto chegar ao final da linha ou expedição,  para saber o seu custo. Hoje, se você interferir nas etapas e conseguir melhorias, seu custo final poderá ser melhorado, gerando maior poder competitivo.
  • Introduzir um sistema efetivo / ético de garantia da qualidade, prático, simples, porém sério, honrado, que seja praticado por todos na organização, independente do fato de haver pressões externas ou “luzes momentâneas” iluminando seus negócios.
  • Simplificar a papelada, organizar os fluxos de informações e papéis internos, adequar os controles e relatórios, gerar as informações que faltam e aprender a usá-las.
  • Criar e usar IDR-indicadores de desempenho e resultados, sejam econômico-financeiros, operacionais, administrativos, de produção ou comerciais. A partir de relatórios bem elaborados, com dados precisos e comparativos,  será possível avaliar resultados e projetar o futuro.
  • Praticar um marketing orientado e prático, seja nas ações publicitárias públicas, sejam na confecção de todo material promocional a ser enviado aos clientes, desde cartões de visita legíveis e atualizados, folders menos ostentativos e mais direcionados, folhetos com textos cursos e diretos, e-mails claros e direcionados, site sem frescuras nos acessos,  com endereços expostos e contatos facilitados.
  • Rever as políticas da gestão de pessoas, inserindo  plano de carreira, política salarial, avaliação de desempenho individual e por equipes, redefinição das atribuições, responsabilidades e autonomias nas funções.
  • Tomar medidas sérias na área comercial, revendo o quadro de representantes e vendedores, treinando adequadamente quem atuar no atendimento, organizando informações e estatísticas, implantando processos de atendimento competentes / eficazes e uma gerência focada em resultados e motivadora.
  • Implantar um sistema de custos por computador e um processo de redução dos custos e desperdícios em todos os setores e processos, abrangendo desde as pequenas despesas administrativas como xerox, material de uso diário, até uso de veículos ou equipamentos e colaboradores de forma inadequada.


Leu? Gostou? Compartilhe!


Autor: Prof.João Mariano de Almeida, administrador de empresas, com pós em RH e mestrando em Gestão de Negócios, atuando desde 1981, em Projetos de Melhorias de Resultados (produtividade/processos/qualidade, reduzir custos/desperdícios, marketing/vendas/gerar novos negócios, RH/motivação), em negócios familiares. É autor dos áudios (cd´s/voz) “As 10 Dicas para Sucesso da Empresa Familiar” e “Sugestões para Solucionar Problemas na Gestão Familiar”, já disponíveis na região.  Realiza também palestras gratuitas, com fins sociais, para recolher alimentos para entidades sociais. Cel. (17) 9702-1007 / em: pmr.mariano@bol.com.br / pmr_almeida@hotmail.com
Postar um comentário